PortugalPride.org In EnglishIn EnglishEn EspañolEn Español
 Índice :: Imprensa :: Gays: Câmara de Lisboa contra marcha na Avenida

Gays: Câmara de Lisboa contra marcha na Avenida

18-06-2004 17:13
PD

Santana Lopes prefere a realização destas iniciativas noutras zonas da cidade

A Câmara de Lisboa deu parecer negativo à realização da Marcha de Orgulho Gay, dia 26, na Avenida da Liberdade, por preferir a realização destas iniciativas noutras zonas da cidade, disse hoje o presidente da autarquia.

"Há uma orientação geral da Câmara de Lisboa para que na Avenida da Liberdade só se realizem manifestações em datas muito especiais, como o 25 de Abril, ou então provas" desportivas, disse hoje aos jornalistas o presidente da Câmara de Lisboa, Pedro Santana Lopes, à margem da cerimónia de lançamento da reedição do livro "Esgotos de Lisboa".

Santana Lopes disse já ter transmitido o parecer negativo da autarquia ao Governo Civil de Lisboa, entidade que autoriza a realização de manifestações e desfiles na cidade.

"Eu prefiro que seja noutras zonas, porque senão a Avenida da Liberdade passava a vida a estar fechada. Também prefiro que não se utilize o Terreiro do Paço", afirmou o autarca, negando existir qualquer preconceito da parte do município: "Eu digo a estas organizações o mesmo que digo a outras que queiram utilizar a Avenida da Liberdade para desfiles".

Santana Lopes recordou que os organizadores das comemorações do Dia de Orgulho Gay, que se assinala em todo o mundo a 28 de Junho, "têm solicitado o direito a realizarem iniciativas noutras zonas da cidade, como em Monsanto, a que a Câmara tem dado parecer favorável e tem viabilizado".

Contactado hoje manhã pela agência Lusa, o Governo Civil disse não ter recebido qualquer parecer da Câmara de Lisboa.

A marcha agendada para dia 26 vai desfilar sobre o lema "Pela Diversidade. Contra a Discriminação. Também somos Europa", esperando- se mais de 2.000 participantes na iniciativa.

À noite, realiza-se a oitava edição do Arraial Pride, no Parque do Calhau, em Monsanto, com entrada livre, em que deverão participar cerca de 10.000 pessoas, tendo colaborado na organização o Município lisboeta e a Associação de Turismo de Lisboa.

A festa do Orgulho Gay celebra a revolta, que se prolongou por três dias, de um grupo de homossexuais, nos Estados Unidos, contra perseguições policiais.

http://www.portugaldiario.iol.pt/noticias/noticia.php?id=349330

Site realizado por PortugalGay.PT. email: info@portugalpride.org.
©2001-2021 PortugalGay.PT.

Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal