PortugalPride.org In EnglishIn EnglishEn EspañolEn Español
 Índice :: Imprensa :: Diário de Notícias

SOCIEDADE

Inquérito: concorda com a realização de desfiles "gay"?


domingo, 2 de Junho de 2002

Rodrigo Affreixo (Jornalista)

Claro que concordo com a sua realização, embora pessoalmente não aprecie muito o carnaval implícito, que acaba por identificar demasiado a comunidade gay com os excessos da transgender. Mas se há absurdos como o Dia Internacional da Mulher ou cortejos de universitários, porque é que não há-de haver desfiles gay?

Pe. Maia (Pres. IPSS)

Julgo que assiste aos cidadãos o direito de, no respeito pelas leis do seu país, fazerem as manifestações que entenderem. Não compete a ninguém catalogar comportamentos e manifestações de acordo com as suas bitolas. Liberdade e bom senso encarregar-se-ão de validar o que é normal e o que sai fora da norma.

Manuel Serrão (Empresário)

Acho que todos os portugueses no uso dos seus direitos e no respeito pelas leis vigentes podem fazer o que lhes apetecer. Outra coisa bem diferente é saber quais são os apoios que devem receber das entidades oficiais. Essa sugestão de proibição vinda de um dirigente do partido de Paulo Portas só pode ser manifestação de profunda ironia.

Jamila Madeira (Líder da JS)

Os desfiles gay, tal como todas as outras manifestações pela diferença, são um direito consagrado na Constituição que merecem, por isso, o nosso respeito e exigem o bom senso que alguns não têm demonstrado recentemente.

Manuela Melo (Jornalista)

Não tenho nada contra manifestações de opções pessoais de qualquer tipo.


Site realizado por PortugalGay.PT. email: info@portugalpride.org.
©2001-2021 PortugalGay.PT.

Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal