PortugalPride.org In EnglishIn EnglishEn EspañolEn Español
 Índice :: Imprensa :: Orgulho Gay

Amnistia Internacional denuncia maus tratos a homossexuais

A semana dedicada ao "gay pride" chega ao fim no sábado, dia 30, com marcha e arraial em Lisboa. Mas o orgulho de ser homossexual não é vivido em mais de 70 países, onde o amor entre pessoas do mesmo sexo é proibido e condenado.

Clara Santos
11:03 29 Jun 2001

Em muitos países ser homossexual não é um direito, mas antes um crime. A Aministia Internacional dedicou um relatório aos maus tratos a homossexuais em todo o mundo. O título do documento é significativo quanto baste: "Crimes de ódio, conspiração do silêncio: tortura e maus tratos com base na identidade sexual". [...]Conforme o território, as práticas homossexuais são classificadas como "anti-cristãs", "anti-islâmicas", "anti-africanas" ou "decadência burguesa". Ser gay equivale a ser um fora-da-lei do género.

Gays proibidos, lésbicas ignoradas
[...]

Entretanto, em Portugal...

Muitas denúncias contra abusos de autoridade e violação de direitos humanos são provavelmente caladas por homossexuais com receio de represálias.

Mas há países onde ser gay é motivo de festa. As imagens chegaram nos últimos dias de Paris ou de Berlim mostra o orgulho homossexual a sair à rua.

Em Portugal, a parada gay está marcada para sábado, dia 30. A partir do Jardim do Príncipe Real, em Lisboa, muitos homossexuais portugueses vão desfilar até à Praça do Município. Este é o segundo ano que a Marcha do Orgulho se realiza em Portugal. A festa continua em frente à Câmara Municipal de Lisboa, com um arraial. O objectivo dos organizadores é claro:"Queremos que nos vejam".


SIC.Online

Site realizado por PortugalGay.PT. email: info@portugalpride.org.
©2001-2021 PortugalGay.PT.

Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal